HOME PAGE JAVASCRIPT
Botões Cálculos Datas Essenciais Janelas Flutuantes Menus
HTML CSS FLASH PHP ASP GERADORES CORES MISCELANEA Contato  






Funções PHP

Lista de funções H I

  • header() - header() é usado para enviar diretamete cabeçalhos HTTP.
    Ex: // Redireciona usuário
    header('Location: http://www.meusite.com/pagina.html');

  • highlight_string ( $string, $modo ) - gera uma string destacada usando tags HTML.
    Ex 1: <?php
    highlight_string('<?php functionqualquer(); ?>');
    ?>

    Resultado: <?php functionqualquer(); ?>
    Ex 2: <?php
    highlight_string('<?php String qualquer; ?>');
    ?>

    Resultado: <?php String qualquer?>

  • html_entity_decode ( $string , $quote_style, $charset ) - converte todas as entidades HTML para os seus caracteres de string.
    Ex: <?php
    $string = "O &lt;b&gt;c&oacute;digo&lt;/b&gt; &lt;font color=&quot;#FF0000&quot;&gt;mostrará dessa forma&lt;/font&gt;"
    echo html_entity_decode($string);
    ?>

    Resultado: O <b>código</b> <font color="#FF0000">mostrará dessa forma</font>

  • htmlentities ( $string , $quote_style, $charset, $double_encode ) - converte os caracteres de string em entidades HTML.
    Esta função é o contrário da função anterior (html_entity_decode).
    Ex: <?php
    $convert = htmlentities("<li><a href='index.php'>We are learning php</a></li>", ENT_QUOTES);
    echo $convert;
    ?>

    Resultado: <li><a href='pagina.php'>Kit para sua home page</a></li>

  • htmlspecialchars ( $string , $quote_style, $charset ) - converte alguns caracteres pré-definidos para entidades HTML.
    Esta função é útil na prevenção de textos fornecidos pelo usuário contendo marcação HTML, tais como um quadro de comentários ou guest book.

  • htmlspecialchars_decode ( $string , $quote_style) - converte entidades especiais HTML para caracteres.
    Esta função é o contrário da função anterior (htmlspecialchars).

  • implode ( $separador, $array ) - devolve uma string contendo todos os elementos do $array separados por $separador.
    Ex: <?php
    $array = array('Kithomepage','kit','para','sua','Home','Page');
    echo implode(" ",$array);
    echo "<br>";
    echo implode(" :: ",$array);
    ?>

    Resultado: Kithomepage kit para sua Home Page
    Kithomepage :: kit :: para :: sua :: Home :: Page

  • include ( $arquivo ) - inclui o conteúdo do arquivo especificado (seja um script PHP ou um arquivo HTML normal, etc..) dentro de um arquivo PHP.
    Ex: include("common/script_count.php");

  • include_once ( $arquivo ) - Seu comportamento é similar a função include acima, sendo que, como o nome sugere, ele será incluído apenas uma vez.
    Ex: include_once("common/teste.php");

  • intval ( $variavel, $base ) - retorna o valor inteiro da variável.

  • ip2long ( $ip_address ) - converte uma seqüência de caracteres ASCII contendo um endereço de Internet válido usando a notação de ponto (IP) em um integer.
    Ex: <?php
    $ip_address=$_SERVER['REMOTE_ADDR'];
    echo ip2long( $ip_address );
    ?>

    Resultado: 916521824

  • is_array ( $array ) - verifica se a variável é um array.
    Ex 1: <?php
    $sim = array('Isto', 'é', 'um array');
    echo is_array($sim) ? 'É Array' : 'Não é Array';
    ?>

    Resultado: É Array
    Ex 2: <?php
    $nao = 'Isto é uma string';
    echo is_array($nao) ? 'É Array' : 'Não é Array';
    ?>

    Resultado: Não é Array

  • is_bool ( $variavel ) - verifica se a variável é um booleano.
    Ex: <?php
    $variavel = true;
    if (is_bool($variavel)) {
    echo 'A variável $variavel é um valor booleano';
    }
    ?>

    Resultado:A variável $variavel é um valor booleano

  • is_callable ( $variavel, bool, $name ) - verifica se o conteúdo da variável pode ser chamado como função.
    Ex: <?php
    function MinhaFuncao(){
    }
    echo is_callable('MinhaFuncao');
    ?>

    Resultado:1
    Ex: <?php
    echo is_callable('OutraFuncao');
    ?>

    Resultado:

  • 1
  • is_double ( $variavel ) - verifica se a variável é do tipo double (sinonimo de float).
    Ex: <?php
    $variavel=1274.55;
    if (is_double($variavel))
    echo 'É double.';
    else
    echo 'Não é double.';
    ?>

    Resultado: É double.

  • is_float ( $variavel ) - mesma coisa que a função acima is_double.
    Ex: <?php
    $variavel=1274.55;
    if (is_float($variavel))
    echo 'É float.';
    else
    echo 'Não é float.';
    ?>

    Resultado: É float.

  • is_file ( $arquivo ) - retorna true se for um arquivo.
    Ex: <?php
    var_dump(is_file('date.txt')) . "\n";
    echo "<br>";
    var_dump(is_file('dir/abc/')) . "\n";
    ?>

    Resultado: bool(false)
    bool(false)
    Obs: var_dump mostra informações sobre a variável
    Ex: <?php
    $b = 3.1;
    $c = true;
    var_dump($b,$c);
    ?>

    Resultado: float(3.1) bool(true)

  • is_int ( $variavel ) ou is_integer ( $variavel ) - verifica se a variável é do tipo inteiro.

  • is_null ( $variavel ) - verifica se uma dada variável é NULL, retornando TRUE se a variavel é null, FALSE caso contrário.

  • is_numeric ( $variavel ) - informa se a variável é um número ou uma string numérica
    Ex: <?php
    if (is_numeric (".09"))
    {
    echo "é";
    } else {
    echo "Não";
    }
    ?>

    Resultado: é

  • is_readable ( $arquivo ) - verifica se o arquivo pode ser lido.
    Retorna TRUE se o arquivo ou diretório especificado por $arquivo existe e pode ser lido, FALSE do contrário.
    Ex 1: <?php
    $arquivo = 'teste.txt';
    if (is_readable($arquivo)) {
    echo 'Pode ser lido.';
    } else {
    echo 'Não pode ser lido.';
    }
    ?>

    Resultado: Pode ser lido.
    Ex 2: <?php
    $arquivo = 'e.png';
    if (is_readable($arquivo)) {
    echo 'Pode ser lido.';
    } else {
    echo 'Não pode ser lido.';
    }
    ?>

    Resultado: Pode ser lido.

  • is_string ( $variavel ) - informa se a variável é do tipo string.

  • isset ( $variavel, $variavel, ...) - verifica se uma variável foi iniciada.

Função include

include ( $arquivo ) - inclui o conteúdo do arquivo especificado (seja um script PHP ou um arquivo HTML normal, etc..) dentro de um arquivo PHP.

A função include tem como principal característica o fato dela continuar a execução do script mesmo se não conseguir incluir a página com sucesso, o que é um excelente fator, caso a página não seja crítica.

Vantagens da função include

  • Mais rápida
  • Não interrompe a execução do script em caso de erro

Desvantagens da função include

  • Não garante que a página será executada
  • Pouca segurança de que aquela ação será realmente feita

O include facilita a vida dos programadores uma vez que é muito mais fácil atualizar um arquivo include do que atualizar arquivo por arquivo.

Função include_once

include_once ( $arquivo ) - Seu comportamento é similar a função include acima, sendo que, como o nome sugere, ele será incluído apenas uma vez.

A função include_once permite o controle de uma página e só será executada uma única vez, sendo ótima para inclusão de arquivos de funções ou classes evitando erro de “função já existe” ou coisas do tipo.

Vantagens da função include_once

  • Mais rápida
  • Não interrompe a execução do script em caso de erro
  • Só permite que o script seja incluido uma única vez

Desvantagens da função include_once

  • Não garante que a página será executada
  • Pouca segurança de que aquela ação será realmente feita

Função intval

intval ( $variavel, $base ) - retorna o valor inteiro da variável.

Exemplos da função intval()

<?php
echo intval(42); // 42
echo intval(4.2); // 4
echo intval('42'); // 42
echo intval('+42'); // 42
echo intval('-42'); // -42
echo intval(042); // 34
echo intval('042'); // 42
echo intval(1e10); // 1410065408
echo intval('1e10'); // 1
echo intval(0x1A); // 26
echo intval(42000000); // 42000000
echo intval(420000000000000000000); // 0
echo intval('420000000000000000000'); // 2147483647
echo intval(42, 8); // 42
echo intval('42', 8); // 34
?>

OBS: O parâmetro &base não tem efeito a menos que o parâmetro $variavel seja string.

Função is_string

is_string ( $variavel) - informa se a variável é do tipo string.
Exemplo:
<?php
if (is_string("635")) {
echo "é string\n";
} else {
echo "não é string\n";
} ?>
is string
<?php var_dump(is_string('abc'));?> bool(true)
<?php var_dump(is_string("123"));?> bool(true)
<?php var_dump(is_string(23.55));?> bool(false)
<?php var_dump(is_string(true));?> bool(false)
<?php var_dump(is_string('true'));?> bool(true)
<?php var_dump(is_string(0));?> bool(false)